"The Fight"


Spin-offs. Coisa complicada, sabe. Comum e complicada. CSI, JAG, NCIS, Law and Order, Beverly Hills 90210, Melrose Place, Grey's Anatomy. Todas essas, séries de sucesso que foram "estendidas" com uma série derivada, um "filhote", quase que como um presente aos fãs. Bom, nem todos vingam, alguns sobrevivem, outros vão seguindo, cambaleando, com sua própria horda de fãs e vivendo sempre à sombra da sua "mãe". Neste episódio, que dará origem ao spin-off de Criminal Midns, chamado até agora de "Minds 2.0", poderemos concluir que nem sempre dá certo, e que, às vezes, apenas um episódio pode ser muito pouco para julgar uma série.


E, em se tratando de ter origem em outra série, disso Criminal Minds entende. Não é spin-off de série alguma, mas certamente sua progenitora é Third Watch. Criada pelo nosso produtor, roteirista, showrunner, diretor e consultor policial Edward Allen Bernero em parceria com um dos produtores executivos de E.R. John Wells, a série abordava o trabalho conjunto dos policiais do 55º distrito, paramédicos e bombeiros, todos estes na esquina da King com a Arthur, em Nova York - criancdo o conceito de Camelot, ironizado pela "Távola Redonda" da sala de conferências da BAU. Criminal Minds "herdou" muitos dos aspectos da série de NY, tais quais alguns nomes (a exemplo de Emily - Prentiss e Yokas - e Dante, em ambos os casos loucos que se passavam por vampiros), perfis de personagens (vai falar que você nunca refletiu sobre como a Greenway era cretine individualista como a Cruz?), diretores (John Gallagher e o próprio Bernero) e até o elenco (grande parte dos fixos de Third Watch apareceram em CM, como Josh Stewart, Skipp Suddith, Eddie Cibrian, Yvonne Jung... E Jason Wiles, que apaerceu como um unsob em "Psychodrama", da segunda temporada, e, agora, como uma vítima.

Falha abismal da produção à parte, não me importo nem um pouquinho de terem trago o eterno Maurice Boscorelli de novo à série. Unsub ou não, ele é fofo demais para aparecer uma vez só. Seriously? Eu nem lembrava que foi ele quem levou porrada do Hotch lá na segunda temporada. Minha memória se lembra mais especificamente dos momentos dele com a Molly Price. De qualquer forma, ver ele agora mais "nitidamente", sem aquela cara de psicopata viciado sujinho e desmiolado, ainda que careca, me permitiu soltar um daqueles gritos de alegria, do tipo: "BOSCOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!" ♥_♥

Tá, vamos ao episódio. Equipe menor, mais "rebelde", menos correta. Nem por isso me alegrou. Tá, eu nem achei o episódio tão ruim, mas isso é por que eu já tinha espectativas mais baixas que o normal, mesmo.

Primeiramente, Cooper. Bom, Forest Whitaker é um ótimo ator - caso contrário não teria ganhado o Oscar pelo excelente "O Último Rei Da Escócia" - , mas essa coisa de "seguir menos regras" não me parece uma boa ideia. É uma alternativa bem inteligente para todo o jeito "certinho" da equipe de Hotch, mas desobedecer a Strauss (que foi insistentemente chamada de "a diretora", teria sido menos pior e sido bem diretos como "a capeta") não parece uma coisa muito inteligente. Hotch e Prentiss já fizeram isso e não se deram muito bem no final da 2ª temporada, e início da3ª.

Uma coisa que me surpreendeu foi terem um ex-presidiário na equipe - Jonathan "Prophet" Simms. Seguindo-se a máxima de que "se não pode contra eles, junte-se a eles", temos também a contratação de Garcia que, como dito no 3x09, era uma hacker tão exímia que apresentava risco à segurança americana. Mas, convenhamos, se pelo menos fosse um ex-presidiário bacana, daqueles estilo McGyver, que armam 1001 artimanhas e conseguem transformar um episódio qualquer em um episódio fodástico, até vai, né. Contudo, a única coisa em que eu conseguia pensar enquanto olhava pra cara dele era que a única restrição possível para a escolha do ator era ser parecido com o tal do Zelko Yvanek (ou seja lá como se soletra esse nome), que participou de Lost, Heroes, Damages, Bones...

Gina LaSalle. Não gostei. Seriously. Tentaram juntar a nerdice do Reid com o corpo da JJ, e não funcionou. É por isso que não sou shipper dos dois. Claro que é só um mero tapa-burcos para atrair o público masculino. Toda série faz isso, eu sei, não me xinguem. Mas poxa, custa achar uma tapa-buraco que não pose de inteligente, e sim de fato o seja? E que não tenha saído o filme de terror mais #EPICFAIL de todos os tempos (Sim, a atriz participou de "Turistas")? Faz favor, Bernero, ajuda aí.

E, por fim, o único da equipe que me agradou: Mick Rawson. Não é porque ele passou o episódio inteiro cantando a Prentiss e - provavemente, quando eu souber ler mentes posso ter certeza - bolando planos infalíveis estilo Cebolinha com o objetivo de dar uma catracada nela. É simplesmente porque ele é britânico e tem jeito de aprendiz de McSteamy. Adoro. Ah, e ele é sniper, que nem o Booth e o Hotch, mas com a leve diferença que usa seu treinamento inicial com mais frequência do que meus dois "enternados" preferidos.

Agora, de volta à equipe original, acho que o Hotch nunca sorriu tanto num episódio só. Sério. Nem com seus momentos "amiguinho-do-Gideon", nem no retorno do Rossi, nem com as piadinhas com a Prentiss. Sério. Só a ideia de ele desobedecer a Strauss de novo e ser suspenso ou transferido me dói. Não brinque com o fogo, Hotchner, senão o capeta, digo, a sua chefe pode te jogar nele e te mandar morrer carbonizado.

Reid, JJ e Garcia ficaram tão apagados que me deu até dó. Querdizer, dó só do Reid e da Garcia, porque da JJ quanto mais excluída e sozinha ela ficar, melhor. O episódio já foi ruinzinho, se ela tivesse se metido teria ficado pior. Reid... Bom, poderiam ter usado a inteligência dele pra melhorar a coisa. Garcia, sempre que aparece, deixa um sorriso no meu rosto que fica difícil de apagar. Abby de NCIS uma ova, Penelope ruleia.

Rossi... Ora, dispenso comentários. Podiam trocar ele ou a JJ pelo Rawson, e mandar algum dos dois pro spin-off.

Morgan estava totalmente mongo nesse episódio, coitado. Tipos, desde quando ele deixa uma mulher dirigir? E desde quando uma mulher dirige mais insana e descuidadamente que ele? Caramba, Derek. Isso foi tão #fail que eu nem tava tarando o cavanhaque dele dessa vez.

Por fim, só me resta Prentiss. Ela foi a única que ainda parecia ser a mesma personagem. Sarcasmo, cantadas, correr no meio da rua sem ser atropelada (que Jack Bauer que nada, é Emily Prentiss mesmo =D), é tudo parte da personagem e ela parecia a única do elenco original capaz de ser si mesma, centralizar as atenções e não ficar parecendo uma palerma perante a outra equipe. E, por favor, que ela e o Mick sejam alguma coisa estilo Mark/Addison. Sério. Gosto da ideia dela com o Hotch, mas o homem não age, gente! Parece que fica esperando ela se atirar nos braços dele, e assim não dá. Coloquem ela com o handsome brit, que eu fico feliz.

De qualquer forma, só esse epi é muito pouco para julgar o spin-off, mas Outubro tá muito longe, não? D=

P.S.: Pensei seriamente na ideia de criar um tumbrl "Porra, Prentiss!" depois daquela cara de WTF? que ela fez quando o unsub ia atirar nela. Se alguém me apoiar, a coisa talvez até role.

P.S.2: Posso gritar agora? BOSCOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!

8 comentários:

Juliana Correia disse...

Ai, nem tive coragem de ver esse episodio ainda, depois de tanta critica. Quero que esse cara paquere MUITO a Prentiss, o Hotch tem que fazer alguma coisa, poxa! E ah, eu apoio o TUMBLR, Prentiss é diva!!!!!!!
Adoro quando vc atualiza isso aqui =D

Gabriela Spinola disse...

Juliana,

Ah. Você tem sorte. Cheguei até a me arrepender de ter visto o episódio, acredita? bom, o Bosco vale a pena.

Também espero que o Rawson apareça mais, talvez aí o Hotch aja. Só a mera presença do John Cooley no 4x17 fez ele, hã... "agir mais" e deixar a Emily investigar a morte do Matthew... Enfim, só nos resta esperar, né.

Ah, o tumbrl ainda é um projeto a ser pensado. Nao consigo me decidir se faço um só da Prentiss, do Criminal Minds todo, ou - pra avacalhar geral e rir muito - das séries do Bernero, mesmo.

Obrigada pelo seu comenário e continue visitando o blog! =D

Silvinha disse...

Como você disse, é cedo pra julgar a série por um único episódio. Mas...não gostei da química entre os personagens da nova equipe, a Gina é uma mistura que não deu certo entre Garcia e JJ, o boss parece um gângster, o tal Profeta é estranho, e só o atirador é interessante porque é sexy e é britânico.

Prentiss é de outro mundo! É atropelada e continua correndo, nem manca! kkkkk
Mas depois do que ela fez em 'Relatiation', eu não me surpreendo com mais nada vindo dela.

E Hotch precisa tomar uma decisão logo!! Vai deixar o Mick azarar a Prentiss o tempo inteiro agora?!?

Ah, eu também adorava o "Boscooooo!"

Anônimo disse...

humm, até q eu gostei desse episodio
o, é melhor q a Prentiss e o Mick comecem a sairem juntos, dai o Hotch pode fica com ciumes e da a iniciativa
ha, amo as coisas q vc escreve
Tomara q a JJ morra pra melhorar a série.
WUAHAHAHAHAHA!!
Prentiss é a melhor!!

Celia Kfouri disse...

Essa outra equipe nao convenceu ninguém. A repercussão do episódio nos EUA também foi ruim.
Mas nao é para menos. Tá tudo tao certo com nossa equipe que incomodou ver um monte de intrusos.
Vamos ver que rumo tomarão. Nesse modelo, não vai pra frente.

Gabriela Spinola disse...

Silvinha,

É, eu também só aguentei o sniper. Só porque ele é britânico e hot. SÓ. De certa forma, o Mick me parece uma fusão do McSteamy com o Booth. Tadinhos deles.

Ano passado uma amiga minha foi atropelada por uma moto (ela tá bem, thank God), e só o que eu conseguia pensar quando a Prentiss foi atropelada foi "a Ísis ia gostar de ter esse super poder." HAHAHAHAHA-q

Anônimo,

"WUAHAHAHAHAHA!!
Prentiss é a melhor!!" [2]

Célia,

A nova equipe, realmente, não agradou ninguém. A repercussão do episódio foi pior que audiência de Lost... =X

(coment escrito na aula de bioogia. SÉRIO.)

Theo disse...

Cara, vo te falar que eu até que gostei desse ep. ? Mas concordo na avaliação da outra equipe ..

MICK = HOTNESS !! Amei a definição "mistura de Booth com McSteamy"
Acho até que prefiro ele com a Prentiss do que o Hotch #prontofalei !

AH MINHA GENTE, vamos falar sério né ? O homem não fez nada até agora, não é agora que ele vai começar !!

Concordo também com "Abby de NCIS uma ova, Penelope ruleia." Penelope dá de 100x0 na Abby ! (oLha que eu amo NCIS)

JLM disse...

é, só prentiss & rawson pra salvar o epi. achei q destoou do restante da série, forçando os newbas aparecerem mais, sem terem conquistado carisma nenhum. o único q se saiu bem nesse quesito foi o rawson mesmo, pq um sniper sem-vergonha sempre chama a atenção do povão.

1 abraço